segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

PROPAGANDA OU AFLIÇÃO?
Não existe hoje a menor dúvida acerca da vitalidade da ideia monárquica em Portugal. Tal como Miguel Esteves Cardoso um dia afirmou, os monárquicos são o "maior Partido clandestino em Portugal", atravessando longitudinalmente todos os outros. Um princípio que a todos une, monárquicos de esquerda ou de direita, consiste na firme posição de respeito e total reconhecimento das prerrogativas de Dom Duarte, Chefe da Casa de Bragança e legítimo depositário do legado de oito séculos de História da Monarquia em Portugal (...). Conhecendo todos o espírito benigno do Duque de Bragança, arriscamos-nos mesmo a afirmar que o Senhor Dom Duarte seria o primeiro a relevar ofensas e a receber de braços abertos, todos aqueles que iludidos por momentos de irreflexão, desejam unir-se a uma Causa que é capaz de finalmente unir os portugueses.
Texto completo publicado por Nuno Castelo-Branco aqui: Segunda-feira, Janeiro 11, 2010

1 comentário:

Monárquicos Nortenhos disse...

A Causa é só uma!
Todos queremos o mesmo!
Um Rei que nos lidere no futuro!
Viva o Rei!
Viva a Causa Real!
Viva Portugal!